OFICINA TEATRO HORÁRIO PÓS-LABORAL

VOLTAR AO INICIO


16ª Edição da Oficina de Teatro 2016

Introdução:

O objectivo desta formação, em formato de oficina (trabalho prático) é proporcionar ao participante elementos constituintes da representação teatral e movimento contemporâneo, fornecendo bases para que possam criar uma performance partindo de exercícios de improvisação e monólogos, numa primeira fase, e a criação e apresentação e um exercício final exposto ao público, na última fase da formação.

Explora-se o movimento do corpo através de exercícios que visam aumentar a postura e consciência corporal, solicitando ao corpo actividade, preparação e versatilidade.
Desenvolve-se a utilização dos instrumentos, voz e corpo no espaço, fazendo uso da improvisação e criação espontânea, de modo a que o formando experiencie as potencialidades interpretativas e sensoriais. Trabalha-se o corpo em movimento de uma forma construída, organizada, para que possa usufruir da sua liberdade em consciência.

Público-alvo: Com ou sem experiência em teatro, curiosos pelas artes de palco, com idade superior a 17 anos. 
Esta oficina destina-se a todos os que procuram libertar-se de uma vida monótona, aumentar a sua auto-estima, adquirir ferramentas que possibilitem melhorias na sua postura física e emocional.

Duração:
Fevereiro a Maio de 2017

Horário: segundas e terças das 20h:00 às 22h:00

Formadores: Catarina Gonçalves e João Rosa

Catarina Gonçalves Desde a sua estreia em televisão em 2003,  participou em séries e telenovelas – Ana e os 7, Morangos com Açúcar, Mistura Fina, Serranos, Bando dos 4, Tu e Eu, Floribela, Chiquititas, Feitiço de Amor. No teatro em 2015 protagonizou o monólogo Galgar Com Tudo Por Cima De Tudo de Fernando Pessoa e Álvaro de Campos no Teatro da Trindade na Sala Principal (reposição).  Participou em A Vida é Sonho de Pedro Calderon De La Barca (Nov. e Dez de 2014) encenado por João Rosa, ainda em 2014 levou o monólogo por si interpretado ao pequeno auditório do Rivoli Teatro Municipal no Porto e à sala do Teatro Sá Da Bandeira em Santarém. Em 2013 estreia o monólogo Galgar Com Tudo Por Cima De Tudo de Fernando Pessoa e Álvaro de Campos na Comuna teatro de Pesquisa encenado por João Rosa. Em 2010 A Casa de Bernarda Alba Texto de Federico Garcia Lorca, no Palácio da Independência em Lisboa encenado por João Rosa. Participou também em O Professor de Darwin de Hélder Costa, no Teatrocinearte A Barraca; Antes de Começar de Almada Negreiros (digressão nacional); Desassossego de João Rosa e Catarina Gonçalves no IPJ Parque das Nações e digressão nacional.
Estreia-se em Teatro com a peça E Sexo? Não se Fala de Sexo? de Isabel Stilwell, no Teatro da Trindade.
Como locutora dá voz a inúmeros spots publicitários para rádio, televisão, cinema e internet. Foi voz institucional da Rádio Europa.
Dirige várias oficinas e workshops de teatro a crianças, jovens e adultos.
Nos últimos anos tem a seu cargo a direcção de actores do curso de formação de actores da Oficinas Teatro Lisboa na Casa do Artista.

João Rosa é actor e encenador. Começou no mundo do espectáculo em 1998 como assessor, assistente, e produtor de vários eventos de cariz cultural e comercial. Abordou teorias da cultura e estudos comunicacionais com o Professor Luis Carmelo, teve como professores e mentores nomes como Miguel Seabra, Sofia Neuparth, João Ricardo, Edward Fão entre muitos outros. Participou em seminários organizados pelo I.F.I.C.T. em colaboração com o instituto Internacional de Teatro Mediterrâneo. Aristófanes no seu contexto histórico com a Dra. Hélia Correia (faculdade de letras de Lisboa). “Teatro e Educação Democrática” sob a orientação do Prof. José Monleón. Aulas teóricas e práticas cénicas sob a orientação do Prof. José Monleón e Adolfo Gutkin. A paixão pelo teatro foi ganhando forma através das mais variadas influências de grandes mestres do teatro contemporâneo como Stanislawski, Gordon Craig, Meyerhold, Antonin Artaud, Brecht, Grotowski, Eugênio Barba e Peter Brook, que são actualmente as referencias de todo o seu trabalho. Encenou peças de cariz profissional de nomes como: Fernando Pessoa e Álvaro de Campos numa adaptação livre “Galgar com tudo por cima de tudo”  Álvaro de Campos “Ode Marítima”, Bernardo Santareno “O Crime de Aldeia Velha”, Federico Garcia Lorca “A Casa de Bernarda Alba”, Carlo Goldoni com a peça “O Café” e Almada Negreiros  “Antes de Começar”. Peças de sua autoria, “Os Miúdos” uma reflexão sobre o sem abrigo, “Desassossego” uma comédia sobre as relações amorosas, “E sexo? Não se fala de sexo?” comédia para o sexo masculino, “Zé das Couves” uma personificação do Zé-povinho. Trabalhos encenados de cariz experimental, “A varanda de Frangipani” Mia Couto adaptação teatral de sua autoria, “Peer Gynt” Henrik Ibsen, “A vida é sonho” de Calderon de La Barca adaptação teatral de sua autoria entre muitos outros autores.
Dirigiu o Fórum Cultural de Alverca nos anos de 2001 a 2005 onde realizou somente peças de cariz experimental, programou e produziu mais de 60 espectáculos em sala e ao ar livre entre música, dança e teatro. Entre 2006 e 2009 trabalhou no Teatro Nacional São Carlos onde participou na Opera “Salomé”, “Die Walkure” de Richard Wagner e “Maria de Buenos Aires” opereta de Astor Piazzolla temporada 2006/07. “Siegfried”conjunto da tetralogia de Wagner temporada 2008/2009.

Investimento:

€ 340,00 (custo total da formação).

Ou

€ 85,00/mês (Fevereiro, Março, Abril e Maio de 2017).

Inscrição:
Enviar e-mail solicitando ficha de inscrição. Deverá preenchê-la e reenviá-la para o mesmo contacto: oficinasteatrolisboa@gmail.com

Tm: 93 823 85 65

Local de Formação: Casa do Artista
No Final do Workshop será entregue um Certificado de presença aos formandos.

VÍDEOS DE OUTRAS EDIÇÕES

Final de Curso Oficinas teatro 5ªEdição

Final de Curso Oficinas teatro 3ªEdição

Performance teatral realizada a 15 de Maio no Museu do Teatro Romano
Final de Curso Oficinas teatro 2ªEdição

%d bloggers like this: